Agrupamento de Escolas nº1 de Elvas alvo de Avaliação Externa

O Agrupamento de Escolas n º1 de Elvas é um dos que está a ser alvo, em todo o país, de um ciclo de Avaliação Externa, tendo tido a sua sessão de abertura esta manhã, no auditório do Centro de Negócios Transfronteiriço.

A diretora do agrupamento, Paula Rondão, revela que esta avaliação teve já início na passada quinta-feira, com a observação de aulas por parte dos inspetores da Inspeção-Geral da Educação e Ciência, sendo que, depois desta sessão de abertura, serão entrevistados o Conselho Geral. “Até quinta-feira, serão entrevistas atrás de entrevistas, a todos os membros da comunidade educativa, para que depois se possa fazer uma avaliação de todo o Agrupamento”, acrescenta.

No final de contas, o objetivo desta avaliação passa por “ajudar estas escolas”, tendo em conta o próprio conhecimento que elas têm de si, juntamente com esta inspeção, para se perceber os pontos fortes e áreas de melhoria, revela o inspetor e coordenador da avaliação do Agrupamento de Escolas nº1 de Elvas, João Henriques.

A promoção da qualidade do ensino, das aprendizagens e a inclusão de todas as crianças e de todos os alunos são aspetos fundamentais deste novo ciclo, a par da contribuição para um melhor conhecimento público da qualidade do trabalho das escolas. A Avaliação Externa das Escolas constitui-se como um instrumento para a implementação de processos de melhoria e uma oportunidade para toda a comunidade se apropriar da realidade da sua escola.

Na última avaliação feita ao Agrupamento de Escolas nº 1 de Elvas, relembra João Henriques, os resultados “não foram os melhores”, mas já dá para perceber que, desde 2013, se deu “um salto qualitativo”.

Na sessão de abertura deste ciclo de Avaliação Externa, foi interpretado o hino do Agrupamento, com a participação de cerca de 30 crianças.