Cáceres: assalto milionário na adega do Hotel Atrio

A adega, uma das maiores atrações do luxuoso Hotel Atrio, em Cáceres, na Estremadura espanhola, foi assaltada, quando, durante a madrugada desta quinta-feira, 28 de outubro, foram levadas, por um homem e uma mulher, 45 garrafas de vinho de caves exclusivas, incluindo um dos exemplares mais emblemáticos da coleção: um Château d’Yquem, de 1806, no valor de 310 mil euros.

Foram ainda roubadas, pelo casal, várias garrafas de Romanée Conti, num valor estimado de 12 mil euros cada. O valor exato da soma de todos os exemplares furtados não foi divulgado, mas, confirma a imprensa da Estremadura, chega a um milhão de euros.

Segundo os proprietários do hotel, cujo restaurante é detentor de duas estrelas Michelin, o crime ocorreu por volta das 1.30 horas, depois do casal ter pedido para se alojar no hotel e depois de já ter sido informado que a cozinha do restaurante estava encerrada.

O empregado do hotel, que atendeu o casal, terá deixado o seu posto, para, àquela hora preparar-lhe uma refeição, quando os dois aproveitaram para descer e entrar na adega. Fizeram-no sem forçar fechaduras, pelo que os proprietários pressupõem que tenham usado meios eletrónicos bastante sofisticados.