Bruno Mocinha apresenta candidatura à liderança do PS em Elvas

Na passada sexta-feira, 30 de setembro, decorreu na sede do Partido Socialista de Elvas a apresentação pública da candidatura “Unir Elvas, Construir o Futuro”.

Esta candidatura é liderada por Bruno Mocinha, candidato a presidente da Comissão Política da Concelhia (CPC) do PS Elvas, e por Vera Guelha, candidata a presidente da estrutura das Mulheres Socialistas de Elvas, estrutura que terá órgãos eleitos pela primeira vez na história do PS Elvas.

A apresentação da candidatura, de acordo com nota de Imprensa enviada à redação da Rádio ELVAS, contou com uma sala cheia de elvenses de todas as idades e profissões, empresários e responsáveis políticos do concelho. Entre os presentes, encontravam-se “militantes dos vários cantos do distrito, bem como os dois deputados da Assembleia da República eleitos pelo círculo eleitoral de Portalegre, Eduardo Alves e Ricardo Pinheiro”.

A sessão de apresentação contou com a intervenção de abertura de Ana Sofia Rosa, seguida por Vera Guelha, na qualidade de candidata à presidência das Mulheres Socialistas de Elvas, e também como segunda candidata à CPC do PS Elvas.

Nas palavras de Vera Guelha, “representar as mulheres socialistas nestes dois organismos, dignificando o papel que muitas tiveram na evolução para uma sociedade igualitária, não vai ser fácil. Mas Elvas tem historial, tivemos e temos grandes mulheres socialistas, que se envolveram na política e se debateram pela sua liberdade sobretudo nos pós 25 de abril. Temos connosco exemplos de mulheres que tentam diariamente quebrar as barreiras ainda existentes no longo percurso que é a luta pela igualdade de género e pela emancipação feminina”.

Tomou a palavra Eduardo Alves, deputado, seguido por Eduardo Cristiano, mandatário da candidatura de Bruno Mocinha à CPC do PS.

O encerramento ficou a cargo de Bruno Mocinha, tomando a palavra para fazer uma análise das razões e objetivos que motivaram o próprio e a sua equipa a candidatar-se à concelhia do Partido Socialista.

No seu discurso, Bruno Mocinha destacou “a lista que apresentamos à concelhia espelha uma equipa de várias idades, de várias áreas profissionais e níveis de experiência. Temos uma equipa jovem e assumimos isso com orgulho. Num quadro em que os jovens se afastam da política, ter hoje uma lista que espelha juventude é sinal de renovação, de energia e futuro. Estas não são só mais umas eleições internas, é momento de União e Construção. Importa recuperarmos a confiança, abrir o partido à sociedade, ouvir, e crescer, pensar o concelho que  queremos para nós e para as próximas gerações”.