IPP promove formação gratuita para atuar com imigrantes

O Instituto Politécnico de Portalegre (IPP) promove formação gratuita sobre atuação com imigrantes. Estão abertas as inscrições para formação gratuita sobre atuação com imigrantes, no âmbito do projeto Ir Além – A inclusão social de Nacionais de Países Terceiros (NPT) e o desenvolvimento de territórios de baixa densidade, promovido pelo Politécnico de Portalegre e cofinanciado pelo Fundo Asilo, Migração e Integração (FAMI).

A iniciativa realiza-se no próximo dia 22 (terça-feira), das 14 às 18 horas, na Escola Superior de Educação e Ciências Sociais do Instituto Politécnico de Portalegre, estando disponível o formulário para inscrição, na página web desta instituição de ensino superior. As vagas são limitadas.

Dando resposta ao objetivo de sensibilizar e formar profissionais envolvidos no acolhimento, integração e inclusão social de NPT, as sessões de formação “Ir Além – A inclusão social de NPT” são dirigidas aos que trabalhem com diferentes culturas ou que possam vir a trabalhar no futuro. Incluem-se por exemplo técnicos, assistentes operacionais, forças de segurança, docentes, empregadores e políticos. Prevê-se o desenvolvimento de conhecimentos e competências culturais com vista a aumentar a qualidade dos serviços em Portalegre.

As formações são dinamizadas por investigadores do projeto, contando com a parceria dos técnicos experientes do Centro Local de Atendimento à Integração de Migrantes – Cáritas Diocesana de Portalegre – Castelo Branco, Luís Mamão e Anabela Afonso. O programa estrutura-se por duas sessões centradas nas temáticas: Migrações, Interculturalidade e Lei; e Competências Interculturais e Recursos.

O Ir Além pretende analisar a relação entre as práticas profissionais de inclusão social de imigrantes Nacionais de Países Terceiros (NPT) e o desenvolvimento de territórios de baixa densidade, contribuindo para o desenvolvimento das políticas públicas no âmbito do asilo, proteção e migração. A pertinência e atualidade do tema são incontornáveis. O projeto, que inscreve uma equipa multidisciplinar de investigadores do IPP, conjuga componentes de investigação e formação, com a organização de diversos eventos pelo país e a publicação de dois livros.