Bombeiros do distrito recolheram 45 toneladas de equipamentos eléctricos

Os bombeiros das cinco associações humanitárias do distrito de Portalegre, que participam na campanha “Quartel Electrão”, nomeadamente Arronches, Avis, Elvas, Marvão e Sousel, recolheram mais de 45 toneladas de lâmpadas, pilhas e equipamentos elétricos usados em 2021.

Nesta sexta edição do quartel Electrão, que decorreu de Janeiro a Novembro de 2021 e que teve como parceiro a Liga dos Bombeiros Portugueses, as associações do distrito reuniram, no total, 43.879 quilos de equipamentos elétricos usados, 711 quilos de lâmpadas e 630 quilos de pilhas.

Como contrapartida pelo seu esforço as associações recebem 75 euros por cada tonelada de resíduos recolhida. No distrito de Portalegre o valor recebido ascendeu a 3.392 euros, sendo que Marvão recebeu 1592 euros, Arronches 648 euros, Sousel 566 euros, Avis 477 euros e Elvas recebeu 110 euros.

Nesta campanha os bombeiros portugueses atingiram, a nível nacional, um novo máximo histórico na recolha de lâmpadas, pilhas e equipamentos elétricos usados em 2021, ultrapassando as 2.410 toneladas.

No total participaram 159 associações humanitárias de bombeiros voluntários de todo o país, o que permitiu reunir, globalmente, 13 toneladas de pilhas, 22 toneladas de lâmpadas e 2.375 toneladas de equipamentos elétricos usados.

A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Marco de Canaveses, no distrito do Porto, recolheu o maior volume de equipamentos a nível nacional e ganhou, por isso, o primeiro prémio desta sexta edição do “Quartel Electrão”: um veículo ligeiro de combate a incêndios no valor de 54 mil euros. A associação recolheu, ao longo de 2021, mais de 161 toneladas de lâmpadas, pilhas e equipamentos elétricos usados. Como contrapartida por esse esforço recebeu ainda 12.088 euros em prémios, face às quantidades recolhidas, e canalizou a esse valor para a compra de equipamentos de proteção individual para vários operacionais da associação.

O segundo prémio foi atribuído à Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Lousada, também no distrito do Porto, que reuniu mais de 100 toneladas de equipamentos eléctricos usados. Recebeu cinco mil euros convertíveis em equipamentos de proteção individual, além dos 7.962 euros para a compra de equipamentos, que acumulou face às quantidades recolhidas.

Nesta edição do “Quartel Electrão” foram entregues às associações 250 mil euros, a que correspondem 67.500 em prémios finais e 187.000 euros como contrapartidas pelas quantidades recolhidas.