Salário mínimo em Espanha pode subir para 1.112 euros em 2024

A Confederação Espanhola de Organizações Empresariais (CEOE) vai propor aos sindicatos e ao Governo de Espanha o aumento do salário mínimo, em torno dos três por cento, para 2024.

Com este possível aumento, de 32 euros, o salário mínimo no país vizinho, que é atualmente de 1.080 euros, passará a ser de 1.112,4 euros, pago por 14 vezes. Até 2025, com o aumento de mais três por centro, um trabalhador com o salário mínimo  atingiria os 1.145,77 euros mensais.

Esta proposta do CEOE será apresentada ao Ministério do Trabalho e Economia Social, liderado por Yolanda Díaz, que irá convocar os agentes sociais para abordar a atualização do salário mínimo. A decisão final, e depois de realizadas todas as consultas, cabe ao Executivo, por se tratar de uma competência exclusiva do Governo.