Maria João e Cortex no 17º Portalegre JazzFest

Maria João e quarteto norueguês Cortex

Dois anos passados após a última edição, o Festival Internacional de Jazz de Portalegre está de regresso ao Centro de Artes e do Espetáculo da cidade, para três dias, entre quinta-feira, 7 de julho, e sábado, dia 9, de muita música.

Sendo um evento “já consolidado”, chegando agora à sua 17ª edição, o diretor artístico do centro, Joaquim Ribeiro, promete “dias intensos”, com uma programação muito centrada no jazz nacional.

Joaquim Ribeiro diz-se expectante em relação à reação do público a esta edição do festival, tendo em conta estes dois últimos anos de pandemia, assegurando que as “consequências imprevistas” sejam transversais a todas as salas de espetáculos do país.

O festival tem início na quinta-feira, pelas 18.30 horas, com um concerto de Luís Vicente Trio. Segue-se um espetáculo do quarteto norueguês Cortex.

Já na sexta-feira, pelas 21.30 horas, Hugo Carvalhais apresenta “Ascética” ao público, terminando a noite com um concerto com Bill Shakespeare’s Romeu and Joaoliet, composto pelo saxofonista Bill Mchenry, o contrabaixista Romeu Tristão e o baterista João Pereira.

No sábado, último dia do festival, atuam Maria João, pelas 21.30 horas e, pelas 23 horas, guitarrista André B. Silva.

Os preços dos bilhetes para assistir aos concertos variam entre os três e os sete euros. Os interessados podem ainda adquirir passes para os três dias, no valor de 20 euros.