Escola de Artes do Norte Alentejano tem audições até julho

Foto: Facebook da Escola de Artes do Norte Alentejano

Os alunos da Escola de Artes do Norte Alentejano, em Portalegre, Ponte de Sor, Sousel e Gavião estão, até final de julho, a apresentar-se ao público, nas suas audições de final de ano letivo, seja em guitarra, piano, clarinete, saxofone, entre muitos outros instrumentos.

Estas audições acontecem depois de dois anos conturbados, em que as aulas, durante muito tempo, só aconteceram via online.

Agora, explica o diretor pedagógico da escola, Jorge Gargaté, as crianças e os jovens têm oportunidade de mostrar às famílias e à comunidade o trabalho que desenvolveram até aqui. “Tivemos tanto tempo sem audições que toda a gente quis agora mostrar o trabalho desenvolvido e dar a possibilidade às crianças de pisarem o palco”, assegura.

“Em duas semanas, temos mais de vinte audições. Todos os dias temos três audições, que acontecem cada uma em seu polo”, adianta o diretor, lembrando que com 350 alunos, e apesar de parecer exagerado o número de audições, “há muito trabalho para mostrar”.

Na pandemia, recorda Jorge Gargaté, as audições e as próprias classes de conjunto não deixaram de ser uma realidade, ainda que em moldes muito diferentes.

Com o final deste ano letivo à porta, o trabalho não acaba, até porque já se começa a preparar o próximo. Atualmente, os professores do antigo conservatório de Portalegre estão a deslocar-se às escolas de primeiro ciclo para mostrarem às crianças os vários instrumentos que terão disponíveis para aprender.