“Descobre o Teu Interior” chega amanhã a Montemor

O Festival Descobre o Teu Interior, uma iniciativa da plataforma Gerador, chega amanhã, dia 2 de abril, a Montemor-o-Novo. Este é um evento que tem como objetivo levar eventos culturais às localidades mais interiores do país.

A programação estende-se ao longo de dois dias, onde serão exploradas experiências culturais únicas e ligadas à identidade de cada território.

Como os locais onde se realizam alguns eventos, são fora do comum, ou daqueles em que habitualmente se realizam atividades, António Pinto Xavier, vereador na Câmara Municipal de Montemor-o-Novo, informa que apesar “deste Festival ter um custo, para os montemorenses, de 5€”, este é um investimento, que segundo o vereador, “vale a pena, não pelas atividades mas também porque permitirá descobrir alguns locais que, por vezes, muita gente não visita ou não conhece”.

O festival começa amanhã, a partir das 15 horas, com uma programação adaptada ao concelho, “com um passeio, na Quinta da Asneira”, local onde irá nascer, em breve, um turismo rural, realizando-se “uma prova de vinhos e de produtos do nosso concelho”. Segue-se, às 17 horas, “uma conversa sobre as oportunidades a desenvolver no interior”, uma conversa que vai ser transmitida via online e na “entrada do Curvo Semedo”. A fechar a tarde, às 19 horas, está programado, “o concerto do DJ montemorense Zinko, que se o tempo permitir vai ser na Igreja de Santa Maria, no castelo”, o concerto conta com a participação especial de Bruno Chaveiro, também ele de Montemor, na guitarra portuguesa.

As atividades continuam durante a noite, com um jantar a ser servido “às 20 horas, na Sociedade Pedrista”, onde poderá provar “algumas iguarias da nossa terra e assistir a uma conversa”, com participação de Vítor Guita e Manuel Henrique Macau Ferreira. Já depois do jantar será transmitido, “online, o filme “Direito à Memória”, da Academia de Cinema”, a partir das 21 horas. O dia termina com um concerto de Surma, na Biblioteca do Convento de S. Domingos.

Para domingo há ainda planeados workshops de pintura alentejana e de fabricação de velas com cera de abelha, conversas sobre agricultura, sustentabilidade e património”, terminando com uma sessão de filmes.

Há a possibilidade de assistir ao Festival via online, através da plataforma da Gerador.

Todas as iniciativas ao vivo decorrem em espaços diferentes, sustentáveis e ligados às comunidades locais e que não são, habitualmente, usados como palcos artísticos.

O Festival que chega amanhã a Montemor-o-Novo, segue no dia 8 para Vila Viçosa.