Hospital de Évora recebe oferta de aparelho auditivo

A Unidade de Neonatologia do Hospital do Espírito Santo de Évora recebeu a oferta do aparelho de rastreio auditivo angariado no evento desportivo “Kms Solidários”, organizado por Rita Barroso e Luís Godinho, pais dos gémeos Miguel e Simão que ficaram internados cerca de dois meses na Unidade.

O evento desportivo “Kms Solidários” decorreu no início de outubro do ano passado, com o objetivo de angariar fundos para a compra de equipamentos, nomeadamente berços e um aparelho auditivo para a Unidade de Neonatologia do Hospital do Espírito Santo de Évora. Graças à ajuda do casal e de todos aqueles que se envolveram nesta causa, foi possível reunir o valor necessário para adquirir o aparelho de rastreio auditivo, entregue hoje na Unidade.

Na oferta, estiveram presentes Rita Barroso e Luís Godinho, as crianças, Hélder Ornelas, diretor do Serviço de Pediatria, e Ana Serrano, médica responsável pela Unidade de Neonatologia.

Ana Serrano agradeceu a iniciativa ao casal e aos que participaram: “quero agradecer ao casal Barroso e às pessoas que estiveram no evento; eu falei com um casal que veio de Castro Verde, que têm uma filha prematura, e os três vieram fazer quilómetros de bicicleta e participar. Muitas pessoas vieram e esforçaram-se ao máximo e quero agradecer a todos. Realmente, isto é uma mais valia, é uma coisa que estávamos muito necessitados.”

Luís Godinho acrescentou ainda que, “apesar de termos sido eu e a Rita e a organizar este evento, este aparelho é uma ajuda de todos e é de salientar o apoio das pessoas particulares e de empresas que também se associaram a esta causa; esperamos fazer a diferença na vida desta Unidade.”

Hélder Ornelas agradeceu também a iniciativa e a oferta e salientou que “a entrega deste novo aparelho auditivo vai permitir continuar a ajudar os nossos bebés e a detetar problemas auditivos precocemente; todas as iniciativas da comunidade são sempre muito bem-vindas e de louvar, por isso resta-nos agradecer a todos os que contribuíram para esta causa”.