Médico Pintão Antunes alerta para o perigo do monóxido de carbono

Nos primeiros cinco dias do ano, o Centro de Informação Antivenenos (CIAV) do INEM recebeu dois pedidos de ajuda devido à exposição a monóxido de carbono.

É uma ameaça invisível e a sonolência que provoca raramente é associada a uma intoxicação. Segundo o médico Pintão Antunes, o facto de a intoxicação ocorrer durante a noite leva a que, por vezes, as pessoas nem se apercebam: “se à noite, a pessoa está a dormir é porque está a dormir. Mas não, pode já estar intoxicada”.

Sonolência, náuseas, dores de cabeça e tonturas são os principais sintomas a ter em conta para o risco de uma intoxicação por monóxido de carbono. Este é o tema do programa “De Boa Saúde” desta semana, na Rádio ELVAS, com Carlos Falcato e o médico Pintão Antunes.