Politécnico de Portalegre apresenta projetos desenvolvidos na academia

O Politécnico de Portalegre promove, no dia 13 de janeiro, das 15.30 às 17.30 horas, a apresentação do trabalho realizado pelas equipas/ Final Pitch, no âmbito do projeto Link Me Up – 1000 ideias – Sistema de Apoio à cocriação de inovação, criatividade e empreendedorismo.

Equipas de cocriação de inovação, multidisciplinares, compostas por estudantes do ensino superior e do ensino secundário profissional, empresas e professores, em conjunto, refletiram sobre os desafios reais das empresas, numa perspetiva de apresentação de sugestões e orientação estratégica futura. Estiveram envolvidas nove empresas, 10 professores e 41 estudantes das quatro escolas do IPP e da Escola de Hotelaria e Turismo de Portalegre.

Projetos de cocriação:

  • Arts in Education – Makingan Education RevolutionintotheUniversity Arena

Partner: Resto de Nada – Associação Cultural

  • Cows are nottheenemy

Partner: ACBM – Associação de Criadores de Bovinos Mertolengos

  • Enjoy in the Natural Park

Partner: ICNF – Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas

  • Foodidentity vs. Globalisation

Partner: fago

  • How can we mobilize a city to smartmobility?

Partner: LoDo, arquitectura paisagista, lda

  • Identifyingconservationpriorityways for Iberianbirds of prey

Partner: Centro de Estudos e Recuperação de Animais Selvagens

  • LavanderStorytelling: thenew color of Alentejo

Partner: Cabeças do Reguengo

  • Physicalactivity vs. Health vs. AcademicSuccess

Partner: Clube Elvense de Natação

  • Weneed to work!

Partner: Cáritas Diocesana de Portalegre e Castelo Branco

Durante três anos, os Institutos Superiores Politécnicos têm o objetivo comum de reforçar a sua cooperação como agentes promotores do empreendedorismo qualificado, em cocriação com a comunidade empresarial, visando a geração de ideias inovadoras e a criação de novas empresas.

Para o efeito, a rede politécnica portuguesa conta com o apoio de 8,5 milhões de euros no âmbito dos programas operacionais POCH e COMPETE.

Esta abordagem promove a concretização de parcerias entre entidades de ensino superior politécnico com microempresas, PME, associações empresariais, organizações e entidades sem fins lucrativos, permitindo ainda o alargamento a outras empresas internacionais, seja com o empreendedorismo de alunos do ensino superior ou em projetos de cooperação ao nível de investigação e transferência de conhecimento. Alavanca, também, a implementação de práticas pedagógicas e formativas inovadoras no contexto de cocriação.