Levantamento 3D encerra da Gruta do Escoural até dia 15

A Gruta do Escoural está encerrada ao público, desde o passado dia 11 de outubro e até 15 de novembro, para que, durante este tempo, seja feito um levantamento 3D do interior daquela cavidade natural, a única no país com exemplares de arte paleolítica.

De acordo com a diretora regional de Cultura do Alentejo, Ana Paula Amendoeira, estas intervenções resultam da inclusão da gruta num projeto transfronteiriço chamado “First Art”, onde, para além desta, se inclui a de Maltravieso, na Estremadura espanhola. O projeto, adianta, “visa a realização de várias atividades orientadas para o registo das condições ambientais e para a identificação e registo das manifestações artísticas parietais da gruta”.

As particularidades diferenciadoras da gruta do Escoural, diz Ana Paula Amendoeira, implicam que sejam tomadas, por diversas vezes, medidas de manutenção, conservação e preservação, assegurando que não há qualquer problema naquela atração do concelho de Montemor-o-Novo.

As operações que decorrem, por estes dias, na gruta, revela ainda a diretora regional de Cultura, obrigam a encerrar portas ao público, sendo que, com as mesmas, procura-se, acima de tudo, ampliar a sua acessibilidade, promoção e digitalização.

A par da Gruta do Escoural, também o seu Centro Interpretativo tem estado encerrado ao público, desde o dia 11 de outubro.