Projeto de apoio extracurricular a votação no Orçamento Participativo de Elvas

Encontram-se a votação, até dia 15 de outubro, as três propostas aprovadas no âmbito do Orçamento Participativo Municipal de Elvas.

Uma das propostas a votação é o projeto “O Bem Quer-se Bem”, da autoria do elvense Fábio Brás, que consiste num apoio extracurricular, destinado aos alunos do 5º ao 12º ano, dos ciclos de Santa Luzia e Boa-Fé e da Secundária D. Sancho II, dando-lhes a oportunidade de permanecer na escola, depois das aulas.

De uma forma informal, Fábio Brás pretende criar um espaço em que os alunos possam conversar sobre os “seus objetivos, princípios de vida e o que sentiram no seu dia a dia, a nível emocional”.

Pensado há já muito tempo, o projeto terá como monitores o próprio Fábio Brás e Pedro Miguens. Só em necessidade de fazer crescer a iniciativa, perante o interesse dos estudantes, poderão ser contratados mais monitores.

Para implementar “O Bem Quer-se Bem”, Fábio Brás apresenta um orçamento a rondar os dez mil euros: um projeto que pretende que possa ter continuidade, depois do seu primeiro ano de execução. O valor monetário em causa, revela ainda, será importante para o arranque da iniciativa, possibilitando a compra de todo o material necessário.

Esta, assim como as outras duas propostas aprovadas no âmbito do Orçamento Participativo Municipal de Elvas, são dadas a conhecer aqui, onde é possível também votar em cada uma delas, até ao próximo dia 15 de outubro. A votação teve início a 1 de setembro.

A proposta vencedora será incluída no Orçamento da Câmara Municipal para 2022 e executada no próximo ano civil.