“Se a testagem contribuir para a segurança, estou de acordo”, diz Jaime Carmona

A comunidade escolar do terceiro ciclo e ensino secundário vai ser testada à Covid-19 no arranque do novo ano letivo. A primeira fase já está a decorrer e destina-se a professores e funcionários dos estabelecimentos de ensino.

Jaime Carmona, diretor do Agrupamento de Escola de Campo Maior, considera que “se a medida contribuir para que as escolas sejam lugares cada vez mais seguros, estou completamente de acordo. As orientações que tivemos foi preencher os dados de todos os envolvidos e aguardar um contacto do laboratório para agendar a testagem que, se decorrer da mesma forma que há uns meses atrás, vai acontecer num espaço cedido pelo agrupamento”.

A decisão do Ministério da Educação surge na sequência de um parecer emitido pela Direção-Geral da Saúde (DGS), que recomenda uma testagem à comunidade escolar, independentemente de as pessoas estarem ou não vacinadas.

De acordo com o Ministério da Educação, os rastreios vão decorrer em três fases. Até dia 17, serão testados os professores e funcionários. Seguem-se os alunos do secundário nas duas semanas seguintes, entre 20 de setembro e 1 de outubro, e finalmente os alunos do 3.º ciclo, entre 4 e 15 de outubro.