PSP acaba com festa ilegal com 150 pessoas no Bairro de São Pedro

A Polícia de Segurança Pública (PSP) de Elvas acabou ontem, quinta-feira, dia 30, com uma festa ilegal, com mais de 100 pessoas, que decorria pelas várias ruas do Bairro de São Pedro, em Elvas.

Uma informação confirmada pelo Comandante da PSP de Elvas, Comissário Rui Massaneiro, que adianta que, no total, a festa teria “cerca de 150 pessoas”. O comissário refere ainda que “a PSP foi tendo conhecimento de que se estava a juntar um número considerável de pessoas, pelo que de imediato o carro patrulha se deslocou ao local, e confirmou a veracidade da situação”.

No local, “inicialmente os cidadãos terão respeitado as ordens da PSP, no entanto, posteriormente chegaram mais dezenas de cidadãos, que não acataram as ordens do corpo policial”. Tratando-se de uma festa ilegal, para acabar com esta situação a PSP com base no Estado de Calamidade, que ainda vigora no país, fez deslocar para o local um maior número de agentes, para pôr término à situação”.

Desta festa ilegal a PSP efetuou “uma detenção, por ameaças e injúrias a agente da autoridade e foram levantados vários autos de noticia por contraordenação ao Estado de Calamidade que vigora, como violação das regras: estar na via pública depois das 23 horas, consumo de bebidas alcoólicas na via pública e sem usar máscara e sem distanciamento social”, revela o Comissário.

Já ao promotor do evento também foi aplicado um auto de notícia, tendo sido autuado, no âmbito da lei do ruído.

Para esta situação foi mobilizado “um conjunto significativo de meios das diferentes valências da Divisão Policial de Elvas, nomeadamente, esquadra competência territorial, esquadra de intervenção e fiscalização policial, esquadra de investigação criminal e meios afetos ao Comando Distrital de Portalegre.