Elvense queixa-se de ofensas na Abegoaria Municipal

Mafalda Demétrio, de Elvas, viveu uma situação delicada quando se deslocou à Abegoaria Municipal, para entregar dois animais que encontrou na rua. A mulher referiu-nos que, além de ter alegadamente sido ofendida, ainda teve que regressar a casa com os animais, porque lhe disseram que não os queriam receber.

“Dias antes, tinha ligado para a Abegoaria, para saber se podia deixar dois gatinhos que tinha encontrado na rua. Tive-os cá uma semana, tratei deles e alimentei-os. No entanto, o contrato da minha casa não me permite ter animais e, por isso, dirigi-me ao canil. O senhor mandou-se entrar com o carro e dirigir-me ao canil, onde uma senhora me disse que não queria os gatos. Depois de eu lhe dizer que raio de canil era este, ela começou a falar alto a chamou-me de atrasada mental”.

Após uma discussão entre Mafalda e a funcionária da Abegoaria, a mesma, que inicialmente alegou não ter lugar para os animais, acabou por querer ficar com eles. Mafalda Demétrio não aceitou e acabou por os levar para casa novamente por falta de confiança

Mafalda Demétrio não aceitou e levou os animais para casa, enquanto procura alguém para ficar com eles: “um fica para a minha mãe; falta encontrar uma família para o outro”.

A Rádio ELVAS já contactou os responsáveis pela Abegoaria Municipal e pelo próprio canil, mas foi-nos dito que não iriam prestar declarações sobre o assunto.