Proibido fazer queimadas a partir de 1 de julho

A partir de amanhã, dia 1 de Julho, é proibido fazer queimas e queimadas, uma vez que Portugal entra na fase crítica de combate a incêndios.

O major David Pires, chefe da secção SEPNA do Comando Territorial de Portalegre da Guarda Nacional Republicana, deixa um alerta a todos os ouvintes para que “liguem, de imediato, para o 112 em caso de incêndio, transmitindo de forma reduzida e precisa a localização e dimensão do incêndio, bem como a melhor forma de acesso ao local. Se notar a presença de pessoas com comportamentos de risco ou suspeitos, informe de imediato as forças de segurança, uma vez que a proteção da floresta e do meio ambiente depende de todos os cidadãos”.

Cerca de 98% das ocorrências em Portugal Continental têm causa humana. Assim, torna-se urgente uma alteração de comportamentos na sociedade de modo a que possam ser realizadas as mesmas práticas, mas com um menor risco, ou seja, com uma menor probabilidade de originar incêndios rurais.