Badajoz aumenta casos e está na vigilância das autoridades sanitárias

Nos últimos dias, a maior preocupação das autoridades de saúde da região autónoma da Estremadura tem sido de Arroyo de San Serván, município que se situa entre Badajoz e Mérida, com quase 4.000 habitantes, já acumula 26 positivos, ultrapassando a taxa de 600 casos por 100.000 habitantes em 14 dias, que terá tido origina numa celebração religiosa e está sobre a mesa a hipótese de aplicação de uma cerca sanitária ao município.

Já a vizinha cidade de Badajoz, onde se regista um aumento dos casos e cuja incidência está nos 96 casos por 100 mil habitantes, teve uma subida de cinco pontos percentuais.

Em Almendralejo, o número de infeções não diminui e é a terceira localidade a causar preocupação na região.

O Vice presidente da Junta e responsável  da Saúde, José María Vergeles, alertou para a necessidade de continuar a vacinação, já que é importante atingir “a imunidade de grupo o mais rápido possível. O esforço vale a pena “.

No relatório de hoje foi identificada uma morte de uma pessoa afetada pelo vírus, uma senhora de 67 de Guareña. Com a fatalidade, o número de pessoas que morreram na região subiu para 1.763 desde o início da pandemia.