Higino Maroto escreve sobre a luta de um grupo de mulheres

Rio Revolto é o nome do novo livro de Higino Maroto (na foto), que vai ser lançado amanhã, dia 8, em Oeiras.

O romance do escritor, natural de Barbacena, retrata “a história de um grupo de mulheres do Alentejo que, ao fugirem à fome e miséria da região, antes do 25 de Abril, se uniram e criaram uma associação que lutou por melhores condições de vida no bairro onde residiam, em Oeiras”.

“O bairro ainda hoje existe e é objeto de estudo em diversas instituições do país. Trata-se de um bairro modelo, sobretudo devido à preocupação que existe com as questões sociais, de integração e de manutenção das habitações”, referiu o escritor.

Higino Maroto refere que “este livro surgiu de um desafio que lhe foi colocado por um amigo. Eu acompanhei e conheci os primórdios do bairro mas depois nunca mais lá fui. Esse meu amigo participou no movimento destas cinco mulheres e, ao ler o livro Barbacena Meu Amor, desafiou-me a escrever esta história”.

O livro Rio revolto vai ser apresentado amanhã, às 15 horas, no Largo da Minha Grande, em Oeiras e vai estar à venda, em Elvas, na papelaria Nova Elvense e na Cidade Jardim.