Doença crónica mata sete em cada dez pessoas

Doenças crónicas como cancro, diabetes, cardíacas ou os acidentes vasculares cerebrais são responsáveis por sete em cada 10 mortes, causando 41 milhões de óbitos todos os anos, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS).

O médico Pintão Antunes explica que “o acidente vascular cerebral não é uma doença crónica. Sendo um acidente é uma situação repentina trata-se de um quadro agudo. A pessoa hoje está bem e amanhã morreu de AVC. O que fica são as sequelas do estado aguda. Na doença crónica, a pessoa sofre à muito tempo. Pode é desenvolver um quadro agudo e a pessoa morre”.

Pintão Antunes explica que “uma doença crónica é para o resto da vida, como é o caso da diabetes ou a bronquite crónica”.

As doenças crónicas são doenças que não põem em risco a vida da pessoa num prazo curto. No entanto, elas podem ser extremamente sérias, e várias doenças crónicas, como por exemplo certos tipos de cancro, causam morte certa.

As doenças crónicas estão em destaque na edição desta semana do programa De Boa Saúde, com Carlos Falcato e o médico Pintão Antunes, para ouvir hoje às 19.30 horas.