Unidade de Cuidados Continuados de Elvas já em remodelação

A obra de ampliação e remodelação da Unidade de Cuidados Continuados do Centro Humanitário de Elvas da Cruz Vermelha Portuguesa já teve início.

Este projeto vem na sequência da atribuição da tipologia de convalescença à unidade de cuidados continuados do centro, em 2018, e do consequente aumento do número de camas e vagas disponíveis.

Isabel Mascarenhas, diretora do Centro Humanitário, explica que com o aumento de mais 15 camas é agora necessário “adaptar o espaço para essas vagas. Vão ser criados mais cinco quartos e ajustados as áreas comuns, como as de refeição e convívio”.

A obra, com um preço base de 849 mil euros, teve uma candidatura aprovada ao abrigo do Alentejo 2020 e deverá estar concluída em dezembro deste ano.

Apesar da gestão das vagas não ser feita pelo Centro, Isabel Mascarenhas assume que “há sempre utentes em espera, seja para que tipologia for”.

Por outro lado, a obra da clínica de hemodiálise, que vai ficar instalada no Centro de Elvas da Cruz Vermelha Portuguesa, sofreu uma paragem. Isabel Mascarenhas explica que “a pandemia veio desacelerar o ritmo da obra” e “quando o espaço abrir vai contar com todas as medidas de segurança para receber os doentes, quer do concelho de Elvas quer dos concelho vizinhos”.

A área da unidade de cuidados continuados Centro Humanitário de Elvas da Cruz Vermelha será ampliada em 408 metros quadrados, sendo que serão levados a cabo, entre outros, trabalhos de demolição, escavação, de construção de estrutura em betão armado, execução de vãos interiores e exteriores e instalação de redes de abastecimento de água, esgoto e eletricidade.