“Vamos pedir a Deus para que corra bem”, diz Paula Rondão

O plano de desconfinamento apresentado pelo Governo tem início hoje. As crianças das creches, pré-escolar e 1º ciclo a regressam aos estabelecimentos de ensino nesta reabertura que se pretende que seja gradual.

Paula Rondão, diretora do Agrupamento de Escolas nº1 de Elvas, considera que “o anuncio devia ter sido feito mais cedo uma vez que os agrupamentos ficam com pouco tempo para preparar tudo. Nós tivemos apenas um dia para tratar de alimentação, transporte e todos os aspetos relacionados com o regresso das crianças”.

“É claro que faz falta às crianças estar presencialmente na escola mas, a meu ver, podíamos aguardar até depois da escola. Da nossa parte está tudo preparado para arrancar mas não foi fácil preparar de toda a logística, uma vez que sendo escola de acolhimento temos ainda que tratar das refeições das crianças dos 2º e 3º ciclos dos escalões A e B. Mas pronto. Vamos começar e pedir a Deus para que as coisas corram bem”, sublinhou.