Espanha prolonga controlo de fronteiras até 6 de abril

Foto arquivo

O Ministério do Interior espanhol prolongou, até dia 6 de abril, o controle de fronteiras terrestres entre Portugal e Espanha, devido à crise sanitária causada pela covid-19 e à proximidade da Páscoa, segundo o Boletim Oficial do Estado (BOE) espanhol esta segunda-feira publicado.

Apenas os cidadãos espanhóis e os seus cônjuges ou parceiros registados no registo público e descendentes que vivem ao seu cuidado poderão entrar em território espanhol.

Os residentes e estudantes que estudam em Espanha, os residentes noutros Estados Membros ou países associados de Schengen que se encontram a caminho do seu local de residência habitual e os que se encontram em trânsito para efeitos de trabalho também serão autorizados a entrar.

Da mesma forma, aqueles que possam provar motivos de força maior, uma situação de necessidade ou razões humanitárias, bem como o pessoal estrangeiro acreditado como membro de missões diplomáticas, organizações internacionais e forças de segurança, cujos movimentos estejam relacionados com o seu trabalho, também o podem fazer.

As entradas e saídas do território espanhol através da fronteira terrestre interna com Portugal só podem ser feitas através dos pontos de passagem autorizados e durante as horas estabelecidas.

Esta decisão está em vigor a partir da 1 horas de 16 de março até às 00.59 horas de 6 de abril.