Pandemia leva a quebra de receitas da CURPI de Campo Maior

Face à situação pandémica que vivemos, e ao consequente decreto de encerramento de centros de convívios, por parte do Governo, ao abrigo do Estado de Emergência, para conter a propagação da Covid-19, também a Comissão Unitária de Reformados, Pensionistas e Idosos (CURPI) de Campo Maior encerrou, mesmo antes deste decreto.

Para José Pedro Caldeirão, presidente da Direção da instituição, admite que tem estado “em contacto com a Segurança Social, que não permite a abertura do espaço”, e refere que “este encerramento levou a uma quebra nas receitas da instituição, uma vez que, uma parte desse rendimento provinha do consumo no bar”.

Também a Academia Sénior encerrou, e José Pedro Caldeirão, acredita que “este ano letivo já não reabra”. A pandemia da Covid-19 dificulta as receitas de instituições, como é o caso da CURPI de Campo Maior.