PSP preocupada com apropriação ilegal de casas em Elvas

Quatro pessoas foram detidas na passada quarta-feira, dia 20 de janeiro, no Bairro da Boa-Fé, em Elvas, tendo sido apanhadas, em flagrante, pela PSP, quando se tentavam apropriar de uma residência, tal como a Rádio ELVAS já antes tinha noticiado.

A PSP teve conhecimento da situação através de uma denúncia, tendo-se deslocado, de imediato, para o local. Uma pessoa ligou para a esquadra, denunciando que “quatro cidadãos se estavam a intrometer dentro de uma residência, com a finalidade de se apropriar da mesma e, possivelmente, furtar os objetos que se encontravam no seu interior”, segundo explica o comissário Rui Massaneiro.

Após esse contacto telefónico, a PSP fez-se deslocar para o local, de imediato, tendo constatado a “situação denunciada, procedendo à detenção dessas quatro pessoas”: três homens e uma mulher, com idades compreendidas entre os 21 e os 55 anos. O comandante da PSP de Elvas revela que esta não é situação única na cidade, mas que só depois de formalizada a queixa, os agentes poderão avançar com as habituais diligências. “Há casas que são pertença de determinadas instituições e essas instituições estão a trabalhar no sentido de verificar a situação”, explica.

Há ainda outras situações do género, sendo que, “para já, não são consideradas assuntos policiais”, uma vez que carecem de uma queixa, que, até então, não foram formalizadas junto da PSP. “É um fenómeno que nos preocupa e parece-me que é um paradigma que existe, cada vez mais, em maior número. Sempre que a PSP tiver conhecimento das situações, irá ao local e fará a sua avaliação, dentro daquilo que é o estado de direito”, remata o comissário.

Aos quatro indivíduos detidos na Boa-Fé, foram apreendidas uma fechadura nova, supostamente destinada a ser colocada na porta principal da casa, e diversa correspondência do seu proprietário, alguma já violada. Após contacto com a Autoridade Judiciária, os detidos foram restituídos à liberdade, aguardando agora os trâmites legais do processo.