Desempenho ambiental de Portugal no “Ambiente em FM”

O Climate Change Performance Index é um estudo europeu que classifica o índice de desempenho ambiental, nos vários países do mundo.

Neste estudo, há boas notícias para Portugal, uma vez que o nosso país subiu e ocupa agora o 17º lugar. José Janela, da Quercus explica que “esta é uma das maiores subidas na União Europeia, e houve sete, de 28 países que subiram, o que significa que o nosso país recuperou em alguns aspetos, nomeadamente na política climática, mas há um lado negativo, que é as emissões de gases com efeitos de estufa, que é ainda considerado elevado”.

Este desempenho faz com que Portugal esteja “no 6º lugar, dentro da União Europeia, e a nível mundial há uma tendência em que as emissões globais possam ser revertidas, e Portugal está num bom caminho para conseguir cumprir a redução de emissões totais até 2050”.

José Janela explica ainda que, “a nível global, mais de metade dos países analisados contrariaram o crescimento das emissões de gases com efeito de estufa e as energias renováveis estão a ganhar terreno na produção de energia primária, e mais de 30% dos países analisados teve um aumento”. O que ainda está mal é o desempenho dos EUA, que “está com pior desempenho na tabela, mas com a mudança de presidente, que afirmou que o país iria voltar ao Acordo de Paris, talvez sejam boas notícias”, refere José Janela.

A posição que Portugal ocupa no índice de desempenho ambiental é o tema em destaque esta semana no Ambiente em FM, que pode ouvir ao meio dia e meia e às 16.30 horas, na emissão da Rádio ELVAS.