Utentes da Cruz Vermelha de Elvas desejam Feliz Natal

Devido à pandemia, este é um Natal diferente, não só para a comunidade em geral, sobretudo para quem se encontra em instituições, lares ou hospitais, uma vez que muitos desses utentes estão impedidos de passar a data juntos dos seus familiares.

Os utentes do Centro Humanitário de Elvas da Cruz Vermelha Portuguesa assinalaram este dia com uma mensagem aos microfones da Rádio ELVAS.

Martinho Florindo Oliveira, natural de Evoramonte, reside no Centro Humanitário de Elvas há quatro anos e “deseja a todos os funcionários e ouvintes da Rádio ELVAS um Santo e Feliz Natal, com paciência e com votos de um ano melhor, sem vírus”.

Severina Nepomuceno “deseja a toda a gente muita saúde e amor para todos. Que o ano que vem seja melhor que este que está a passar”.

Antónia Marrafa faz fisioterapia no Centro Humanitário de Elvas da Cruz Vermelha Portuguesa e tem “esperança num futuro melhor”. Reconhece que “é um Natal complicado mas que tudo vai melhorar. Beijinhos para toda a gente que sejam bastante felizes”.

Também Marcelino Calado e a sua esposa enviam uma mensagem de Natal a todos: “desejamos a todos os familiares e amigos, não esquecendo todos os utentes e funcionários do Centro Humanitário de Elvas da Cruz Vermelha Portuguesa que nos têm tratado com amizade e carinho. Um Natal Feliz, um Ano Novo cheio de felicidades e que nos traga mais saúde que este que vai terminar. Um e saudoso abraço para todos, dos amigos certos Marcelino Calado e Ângela Rosado”.