Retrospetiva de eventos e conquistas do futebol em Portugal em 2020

O ano de 2020 foi atípico, no mínimo, e, por isso, pensamos que uma retrospetiva do desporto mais amado pelos portugueses nos ajudaria a lembrar como é o futebol este ano e o que esperamos de 2021. Muitos meses sem a bola a rolar, racismo, jogador novamente como um dos melhores do mundo… Portugal termina o ano de forma suave e dá um bónus boas-vindas ao próximo ano e também às novas expectativas que traz.

Em janeiro estávamos a começar com a 15.ª jornada da Liga Portuguesa. O que se esperava era que os jogos fluíssem com tranquilidade e assim fosse durante todo o mês de janeiro, no entanto, em fevereiro, infelizmente o mundo deparou-se com uma cena vergonhosa: No dia 16, a jogar contra o Vitória de Guimarães, o atleta Moussa Marega foi alvo de racismo vindo das bancadas. O jogador saiu de campo e foi apoiado por jogadores, clubes e até pelo Presidente da República, que desaprovaram veementemente o ato.

Ao mesmo tempo, o Benfica, que estava no grupo G da Liga dos Campeões, não chegou aos oitavos-de-final. Apesar do bom desempenho nos campeonatos nacionais, A equipa perdeu-se nas competições da UEFA. Foi em março que os jogos pararam em todo o mundo, e seguimos o regresso em junho, com os estádios fechados aos adeptos, e a equipa técnica mais pequena, devido à pandemia que o mundo viveu.

No regresso dos campeonatos, os olhos dos amantes do futebol em Portugal focaram-se num, a Primeira Liga. O Porto arrecadou o seu vigésimo nono título e o Benfica ficou em segundo lugar. Mas o que os portugueses não esqueceram foi a goleada que o Vitória de Guimarães deu, vencendo por 7-0 pelo Famalicão.

Os jogadores não tiveram muito tempo para descansar, no dia 18 de setembro, a competição 2020/21 já tinha começado, esperando que o calendário não fosse alterado novamente. Hoje, estamos na 10.ª jornada do campeonato, com o Sporting em primeiro lugar, com 26 pontos, tendo o Benfica novamente no segundo lugar, mas com uma diferença de apenas 2 pontos em relação ao primeiro lugar.

Devido à situação, o famoso prémio Ballon d’Or 2020 foi cancelado pela primeira vez desde 1956, quando o prémio foi criado, no entanto, The Best 2019/2020 da FIFA manteve-se e teve Cristiano Ronaldo como um dos finalistas a 17 de dezembro. O atleta da seleção portuguesa já levou o prémio duas vezes, mas desta vez não foi o grande vencedor. Cristiano ficou em segundo lugar com 38 pontos e o título foi para o polaco Robert Lewandowski, que marcou uns incríveis 52 pontos.

O que se espera para 2021 é a continuação da Liga dos Campeões, que regressa aos oitavos de final em fevereiro de 2021, com o Porto a jogar contra a Juventus italiana a 16 de fevereiro, bem como os campeonatos nacionais, como a continuação da Primeira Liga. Há também a esperança de equipas e adeptos devolverem a 100% aos estádios, uma vez que o que é permitido hoje, é uma ocupação de apenas 10%.