Bolsas de estágio em Segurança Alimentar no “Espaço Europa”

Estão abertas as candidaturas ao Programa Europeu de Bolsas de Estudo de Avaliação de Risco Alimentar, criado pela Autoridade Europeia para a Segurança Alimentar: tema abordado, esta semana, no Espaço Europa, com Ana Pereira (na foto), do Centro Europe Direct do Alto Alentejo.

Este programa de bolsas de estudo oferece uma oportunidade única para profissionais, em início de carreira, na área de segurança alimentar, sendo que os mesmos irão trabalhar num outro país europeu e desenvolver um programa de trabalho proposto pela sua organização.

Os candidatos devem respeitar os seguintes critérios de elegibilidade, na data de encerramento da candidatura: ser nacional de um Estado-Membro da União Europeia ou Estado da EFTA; desfrutar de todos os direitos como cidadão; e ter um bom conhecimento da língua inglesa (nível B2).

É necessário também ter licenciatura, de pelo menos três anos, atestada por um diploma numa dos seguintes áreas: agricultura, bioquímica, bioinformática, biologia, biometria, biotecnologia, química, exposição alimentar, ciências ambientais, epidemiologia, ciência alimentar, tecnologia alimentar, genética, saúde e segurança alimentar, medicina humana, vida ciências, matemática, microbiologia, biologia molecular, ciências naturais, nutrição, farmácia, saúde pública, estatística, toxicologia, medicina veterinária ou áreas afins.

Os candidatos terão de ter ainda menos de 15 anos de experiência em trabalhos relacionados com a segurança alimentar (incluindo avaliação de risco, comunicação de risco, gestão de risco).

A duração do estágio é de um ano, sendo que a candidatura ao programa da Bolsa é efetuada em linha. A bolsa líquida mensal é de 2.200 euros. No início do programa, o bolseiro recebe ainda um subsídio para instalação igual a um mês de bolsa.

Ao nível da seleção, são avaliadas as competências técnicas e as competências comportamentais.