Manuel Trabuco discorda do encerramento do Estádio de Atletismo

Perante o encerramento do Estádio Municipal de Atletismo de Elvas, até final deste mês de dezembro, e apesar de o mesmo ser justificado pelo aparecimento de um caso positivo de Covid-19 entre os funcionários daquele espaço desportivo, há quem não compreenda a decisão da câmara. É o caso do treinador de atletismo do Clube Elvense de Natação, Manuel Trabuco.

“Não entendo por que motivo a pista está fechada até final do ano, uma vez que as pessoas costumam estar de quarentena 14 dias, e por que é que uma pista daquele tamanho, com aqueles dimensões, está fechada tanto tempo. Houve aí uma altura em que a epidemia estava muito pior e a pista continuou aberta”, explica o treinador o seu ponto de vista.

Manuel Trabuco adianta que, atualmente, a secção de atletismo do CEN está dividida em dois, sendo que é ele o responsável pelos atletas mais jovens. “O problema são as crianças. Os miúdos mais velhos, com 15, 16 anos, já podem ser englobados noutro sítio para fazer um treino. Agora onde é que eu vou por uma criança de seis anos a treinar, à noite?”, questiona-se.

O treinador explica ainda que vai falar com o presidente do clube, no sentido de tentar perceber a viabilidade de, durante as férias escolares, poder treinar as crianças, em horários diurnos, em espaços como o Parque da Piedade.

“É verdade que não há competição agora, mas os miúdos têm de treinar, porque de um momento para o outro, a coisa resolve-se”, alega ainda.