PSP fiscaliza condutores e estabelecimentos: “elvenses estão a cumprir”

A PSP de Elvas, desde segunda-feira, 16 de novembro, que está nas ruas, durante a noite, para fazer com que a população cumpra com as medidas do Estado de Emergência, sensibilizando-a para ficar em casa.

Na noite de ontem, quinta-feira, dia 20 de novembro, acompanhámos uma dessas ações de sensibilização e fiscalização, junto de condutores, assim como de proprietários de bares.

De acordo com Rui Enes, agente coordenador da PSP de Elvas, a maioria das pessoas encontradas, depois das 23 horas, ou vão para o trabalho ou fazem o trajeto inverso, de regresso a casa. Desta forma, garante o agente, “para já”, os elvenses estão a acatar bem as medidas mais restritivas do Estado de Emergência.

De um modo geral, garante Rui Enes, os elvenses têm cumprindo com as regras impostas. “Não tem havido problemas. As pessoas já sabem que, a partir das 23 horas, têm de estar confinadas e têm cumprido”, assegura.

De recordar que, uma vez que Elvas integra a lista dos concelhos de alto risco de contágio, a população, durante a semana, tem de cumprir com o recolher obrigatório, até às 23 horas, e os estabelecimentos devem encerrar até às 22 horas (os restaurantes têm margem de manobra de mais meia-hora). Foi nesse sentido que os agentes se deslocaram também ontem até à zona do Coliseu de Elvas, para sensibilizar os proprietários dos bares para a hora de fecho.

Um dos proprietários de um desses bares, garante que tem estado a cumprir com todas as regras, ainda que muitas delas não as compreenda. “Com estes horários não vamos longe”, garante, assegurando que a perda de receitas ronda já os 80, 90 por cento.

“A esta hora tinha sempre a esplanada cheia, mas não podemos fazer nada. Os clientes compreendem e nós não precisamos de dizer muita coisa”, revela ainda este proprietário.