Medialentejo em Elvas já tem Desfibrilhador Automático Externo

A Medialentejo, localizada nas Villas Aqueduto em Elvas, ligada à medicina, segurança e higiene no trabalho conta já com um Desfibrilhador Automático Externo (DAE).

Localizada numa rua que congrega várias empresas e onde se deslocam muitas pessoas diariamente, para José Trindade, sócio gerente da empresa, esta “é uma mais-valia para todos, uma vez que caso alguém tenha uma Paragem Cardiorrespiratória” (PCR) os seus técnicos podem intervir, na esperança de que “não seja necessário”.

No total, sete funcionários fizeram a formação para utilizar este desfibrilhador, entre técnicos da Medialentejo nas Villas Aqueduto e Servicontrol em Santo Onofre. José Trindade refere ainda que “o aparelho, que é automático, informa se se trata de uma paragem cardiorrespiratória ou não”. A aquisição deste desfibrilhador “é uma forma de ter pessoas formadas para poderem intervir de forma rápida, até chegar o INEM, porque os minutos iniciais são fundamentais para evitar sequelas”, diz o sócio gerente da Medialentejo.

A empresa conta também com uma unidade móvel, que se desloca por várias zonas da região para fazer exames médicos a profissionais. Esta unidade terá também uma mala com um desfibrilhador, para o caso de ser necessário.

Esta aquisição do Desfibrilhador Automático Externo “não é um custo, mas sim um benefício em prol da comunidade”, remata José Trindade.

A Medialentejo nas Villas Aqueduto que conta desde o início deste mês com um Desfibrilhador Automático Externo.