Situação do comércio e restauração é “preocupante”

A entrada do concelho de Elvas em estado de emergência, desde o dia de ontem e até ao próximo dia 26, deixa o setor do comércio e da restauração numa situação muito complicada.

A Associação Empresarial de Elvas (AEE) considera que esta situação “é muito preocupante. Numa cidade como a de Elvas, em que os restaurantes e o comércio têm um peso muito importante, sobretudo ao fim de semana, estas regras restritivas fazem com estes dois setores sofram consequências muito graves”, de acordo com o presidente da Associação, João Pires (na foto). A Associação Empresarial de Elvas garante estar “ao lado de todos os empresários do concelho e concelhos limítrofes e apoiar em tudo o que for humanamente possível”.

De recordar que este estado de emergência, aplicado a concelhos como Elvas e Campo Maior, vem proibir a circulação na via pública entre as 23h e as 5h nos dias úteis e entre as 13h e as 05h no próximo fim-de-semana, dias 21 e 22.