Autarquia de Mora lamenta falta de respostas para novo surto

Num momento em que o concelho de Mora volta a registar mais de duas dezenas de casos de Covid-19, a autarquia vem a público denunciar que as autoridades de saúde “estão sem capacidade de resposta”.

O presidente da Câmara, Luís Simão de Matos, salienta que durante a primeira vaga “as coisas correram bem”, com os casos positivos a serem identificados e a serem fornecidos os contactos próximos.

No entanto, o autarca refere que neste novo surto que surgiu nas localidades de Cabeção, Malarranha e Pavia, a informação está desatualizada. Isto, esclarece, deve-se ao elevado número de casos que o país tem registado nos últimos dias, o que leva a uma falta de recursos humanos.

Luís Simão de Matos relembra que, com o Estado de Emergência, “umas das possibilidades é recrutar pessoas para auxiliar em determinados serviços de apoio à pandemia”.

O autarca refere ainda que houve pessoas a saírem à rua sem o poderem fazer, pois tinham estado com pessoas infetadas e aguardavam o resultado dos testes.

A GNR manifestou junto da autarquia a impotência em fazer algo, pois a informação não lhe chegava em tempo útil.