Hoje é Dia Nacional de Prevenção do Cancro da Mama

Hoje, 30 de outubro, é Dia Nacional de Prevenção do Cancro da Mama: uma data que serve, sobretudo, para sensibilizar e chamar a atenção para a importância de um diagnóstico precoce.

O tratamento do cancro da mama é tanto mais eficaz quando a doença é identificada ainda numa fase inicial. O rastreio, através da mamografia, assume, dessa forma, um papel essencial, assim como o autoexame.

“Nós, mulheres, de manhã – pode ser no duche – numa posição em que colocamos um braço para cima, e com a outra mão, espalmada, vamos fazendo toques, na mama, para ver se detetamos algo que não estava lá ou não tínhamos dado por isso”, explica Cristina Bruno, coordenadora do grupo de apoio de Portalegre da Liga Portuguesa Contra o Cancro, como o autoexame deve ser feito.

Neste processo, adianta Cristina Bruno, é importante perceber se o bico da mama está recolhido, se algum dos seios deita líquido, ou se a mulher sente dor ao tocar. “Muitas vezes, há o mito de que o cancro não dói, isso não é verdade. O cancro pode doer”, garante. Perante qualquer uma destas situações, a mulher deve entrar, em contacto, o quanto antes, com o seu médico de família.

Em Portugal, todos os anos, são detetados cerca de seis mil novos casos de cancro da mama, sendo que cerca de 1.500 mulheres morrem, anualmente, no país, vítimas desta doença.

O cancro da mama é o tipo de cancro mais comum entre o sexo feminino, afetando uma em cada oito mulheres portuguesas.