França vai entrar no segundo confinamento

A França vai ser o primeiro país europeu a entrar no segundo confinamento da população para contrariar a propagação do vírus Covid19. O presidente Macron disse ao País que “não há nada mais importante que a saúde humana”. Agora espera-se que outros países europeus sigam os franceses.

Estas são as medidas principais a entrar em vigor:

-confinamento aplica-se a partir de  sexta-feira e devem manter-se pelo menos até 1 de dezembro;
-Só é possível sair de casa com  declaração e com o objetivo de trabalhar, sendo dada preferência ao teletrabalho, fazer compras, ir ao médico ou prestar assistência a alguém vulnerável;
-Restaurantes e bares são encerrados;
-Ao contrário do que aconteceu no primeiro confinamento, creches, escolas e liceus continuam abertos — mas as faculdades devem optar pelas aulas online. As visitas a lares estão permitidas;
-Os cemitérios continuam abertos;
– As fronteiras com países da União Europeia permanecerão abertas, mas todas as outras, salvo algumas excepções, serão encerradas. Vão ser feitos testes rápidos em todas as fronteiras para quem chegar ao país.