Arroto excessivo é o tema do “De Boa Saúde”

A aerofagia é o termo médico que é popularmente designado de arroto, e caracteriza-se pelo ato de engolir ar em excesso durante atividades como comer, beber, falar ou rir.

Embora a aerofagia seja um processo fisiológico, são várias as circunstâncias que podem causar o arroto excessivo. O médico Pintão Antunes, no “De Boa Saúde” desta semana explica que a aerofagia é causada “pelo excesso de ar no estômago, e é normal numa digestão vulgar”. No caso de a pessoa fazer uma “má digestão de alimentos, ou por motivos enzimáticos ou ainda por uma má mastigação, obrigam o estâmago a fazer um trabalho dobrado, que acaba por acumular gases e por consequência causa arrotos em excesso”.

A causa do arroto excessivo pode estar relacionada com “a má digestão, intolerâncias alimentares, devido a determinados alimentos aos quais as pessoas são mais sensíveis, comer demasiado rápido, ou ter algum problema como gastrite, ausência de dentes”.

A aerofagia pode ser corrigida através de “medicamentos que têm como objetivo absorver esses gases no estômago”, segundo o médico Pintão Antunes.

A Aerofagia, ou o ato de arrotar é o tema em destaque esta semana no “De Boa Saúde”, com Carlos Falcato e o médico Pintão Antunes.