Pais de alunos de Alcáçova pedem desinfeção da escola

Um grupo de mães de alunos da Escola Básica de Alcáçova, em Elvas, manifestou-se, esta manhã, em frente ao estabelecimento de ensino, devido ao facto de apenas uma turma ter sido enviada para casa, depois de um dos alunos testar positivo à Covid-19.

Depois de detetado este caso positivo numa turma de 4º ano, estas mães dirigiram-se ao Centro de Saúde, para tentar falar com o delegado de Saúde, porque “a Direção da escola decidiu que iria abrir e nós temos de trazer os nossos filhos, porque as faltas não são justificadas”. No entanto, não conseguiram falar com o delegado e, segundo uma mãe, foi-lhes dado “um número, para o qual ligaram e lhes foi dito “para não levarem as crianças à escola”.

Estas mães exigem que a escola “seja desinfetada, em condições e não apenas as mesas”. Querem também que “as auxiliares e professores sejam testados, uma vez que contactam de muito perto com as crianças”. Estas mães não querem que as aulas continuem porque “a escola não tem condições, é pequena e não foi desinfetada; depois de fazerem isso e as auxiliares fazerem o teste, os nossos filhos voltam à escola normalmente”.

A Rádio ELVAS contactou a diretora do Agrupamento de Escolas nº 1 de Elvas, Paula Rondão, que afirmou que não lhe compete, enquanto diretora do Agrupamento, dizer quem é ou não testado, mas sim à Autoridade Local de Saúde.