Oferta da AEE ao Lar Júlio Alcântara Botelho faz “toda a diferença”

O Lar Júlio Alcântara Botelho foi uma das 11 instituições do concelho a quem a Associação Empresarial de Elvas (AEE) fez recentemente a oferta de equipamentos de proteção individual.

Esta oferta, que visa contribuir para atenuar as necessidades das instituições, nestes tempos de pandemia, surge no âmbito da edição solidária do evento “Reviver a Romaria”, promovido pela AEE.

Ao Lar Júlio Alcântara Botelho, segundo Paulo Pires, funcionário na instituição, chegaram 15 viseiras, que o mesmo garante que “fazem toda a diferença”.

“Tem toda a importância e faz toda a diferença, porque tem sido uma rubrica, em termos contabilísticos, que nós temos vindo a aumentar muito, porque estamos a comprar equipamento, constantemente, e estas ofertas e dádivas são sempre bem-vindas”, assegura Paulo Pires.

Este equipamento de proteção individual, revela ainda Paulo Pires, “está sempre a fazer falta”, sendo utilizado diariamente. “Vamos renovando de três em três meses”, remata.

Para além do Lar Júlio Alcântara Botelho, a AEE fez ainda esta oferta ao Centro de dia da Boa-Fé, ao Centro Humanitário de Elvas da Cruz Vermelha Portuguesa, à Associação Assistência de Vila Boim, à Abat – Associação de Beneficiários dos Amigos da Terrugem, aos Bombeiros Voluntários de Elvas, à APPACDM de Elvas, à Associação de Amigos de Vila Fernando, ao Centro Social Nossa Senhora do Paço, em Barbacena, à Comissão de Melhoramentos do Concelho de Elvas e à Associação de Apoio à Infância e Terceira Idade de São Vicente.