“Agradeço o gesto da AEE em relação à Cruz Vermelha”, diz Isabel Mascarenhas

“Vivemos tempos excecionais e por isso temos que tomar medidas excecionais sendo que depois surgem atitudes excecionais, como é o caso da Associação Empresarial de Elvas e de todos os mecenas que se têm dirigido a nós com doações em géneros” – Foi desta forma que Isabel Mascarenhas, diretora do Centro Humanitário de Elvas da Cruz Vermelha Portuguesa, se manifestou sobre a doação feita no âmbito da iniciativa solidária “Reviver a Romaria”.

A responsável agradece “o gesto de altruísmo por parte da associação em relação a todos os que trabalham e estão internados no centro. Temos tido despesas acrescidas para tentar combater esta pandemia e as viseiras acabam por ser equipamentos que usamos de forma diária, pelo que esta doação vem ajudar muito a Cruz Vermelha”.

De recordar que a Associação Empresarial de Elvas fez a entrega de viseiras de proteção individual a 11 instituições do concelho de Elvas.