PSP e Proteção Civil sensibilizam para cuidados a ter no regresso às aulas

Polícia de Segurança Pública (PSP) e Proteção Civil uniram-se para sensibilizar, na manhã desta sexta-feira, 18 de setembro, e no regresso às aulas, os alunos da Escola Básica 2,3 da Boa-Fé, em Elvas, para os cuidados a ter nesta altura de pandemia.

A diretora do agrupamento de escolas nº 1 de Elvas, Paula Rondão, explica que ontem, na receção aos alunos, alguns jovens acabaram por formar alguns aglomerados, sendo que nem todos faziam uso da máscara de proteção, pelo que agradece esta ação de sensibilização.

“A situação hoje está realmente a correr bem, os meninos estão a ser responsáveis, a entrar na escola com máscara e a desinfetar as mãos”, revela Paula Rondão. “Penso que está a ser positivo, vamos ver a evolução”, remata.

A PSP, desde sempre, através do programa Escola Segura, procura garantir a segurança dos alunos, tanto dentro como fora da escola, e no seu percurso de e até casa, sendo que, desta feito, como explica António Carvalho, subcomissário da PSP de Elvas, há “uma preocupação acrescida”, devido à Covid-19. “Trata-se de uma camada mais jovem da nossa população, que por vezes, por distração, acaba por se juntar mais, por desvalorizar aquilo que é o uso da máscara, portanto a nossa presença é mais nessa vertente”, refere o subcomissário.

Esta ação, que se estende a todas as outras escolas da cidade e do concelho, à exceção do ensino pré-escolar, conta também com a colaboração do comandante dos Bombeiros Voluntários de Elvas, Tiago Bugio, que explica que, com a iniciativa, pretende-se “salvaguardar as crianças do contágio de Covid-19”. “É uma ação focada no público escolar, muito importante, porque estes alunos mais novos têm de ser alertados dos procedimentos que têm de adotar”, refere ainda Tiago Bugio, lembrando que para além do uso da máscara, da questão do distanciamento e da desinfeção das mãos, as crianças e jovens também não podem partilhar nem objetos, nem alimentos.