Hospital de Elvas recebe dois ventiladores de cidadãos anónimos

O Hospital de Santa Luzia, em Elvas, recebeu, na manhã desta quarta-feira, 26 de agosto, dois ventiladores, equipamentos necessários e fundamentais no combate à Covid-19, em casos mais graves.

A doação destes dois ventiladores, assim como de equipamentos de proteção a outras instituições do distrito, surge de um grupo de cidadãos anónimos, por quem Manuel Caldeira Fernandes dá a cara.

“Foram centenas de pessoas a tomar uma atitude voluntariosa e generosa, no sentido de ajudar a concretização desta ideia”, revelou Caldeira Fernandes, que assegura que esta foi uma iniciativa “muito benéfica” para os hospitais de Elvas e Portalegre. “Sentimo-nos orgulhosos e satisfeitos por conseguir alcançar este objetivo”, acrescentou.

O convite público para a subscrição de “um grupo grande de cidadãos anónimos”, explica ainda o advogado elvense, surgiu a meio de março, sendo que, no fim do mesmo mês, já tinha sido alcançado o valor necessário para a aquisição dos ventiladores.

O valor dos quatro ventiladores – dois para o hospital de Elvas e os outros dois para o hospital de Portalegre -, a juntar a “toda a indumentária e vestimenta de proteção individual”, já oferecidos aos lares de toda a região, é de 47.300 euros.

Já a diretora clínica da Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano (ULSNA), Vera Escoto, garantiu que estes equipamentos vão permitir que os profissionais possam continuar a fazer o seu melhor, no combate à pandemia Covid-19 e que são gestos como estes que fazem de Portugal “um país muito nobre”.

“Temos uma gratidão enorme, porque lutamos todos os dias com dificuldades financeiras e de recursos humanos e as pessoas do distrito entenderam que deviam ajudar”, diz Vera Escoto.

A diretora clínica da ULSNA lembra ainda que estes ventiladores não vão ser necessários apenas nesta fase de pandemia, sendo que, agora, são imprescindíveis no caso de ser preciso transferir um doente Covid de Elvas para a Unidade de Cuidados Intensivos do Hospital de Portalegre. Para além disso, alerta a população que os mesmos não serão necessários, se todos cumprirem com as regras emanadas pela Direção-Geral da Saúde.

A nível logístico, a doação feita destes ventiladores e equipamentos de proteção individual, já distribuídos, contou com o apoio da Casa Juvenil Nossa Senhora de Assunção, de Arronches.