Mulher detida em Mora por desrespeitar confinamento obrigatório

Uma mulher, de 68 anos, residente em Mora, foi ontem, terça-feira, 18 de agosto, detida pela GNR, depois de desrespeitar o confinamento obrigatório.

Esta foi uma das 12 ocorrências, registadas pela GNR de Évora, no âmbito criminal, ontem, segundo o sargento-ajudante Carlos Galindro, tendo a mulher sido “apanhada em flagrante delito”.

De acordo com a GNR, a mulher “optou opor se ausentar do seu domicílio, tendo sido identificada, encaminhada para a sua residência e os factos comunicados ao Tribunal Judicial de Évora”.

Esta detenção surge no seguimento de uma ação de vigilância das pessoas que se encontram em confinamento, por ordem da Autoridade de Saúde.