Pulseira eletrónica para homem detido por violência doméstica em Estremoz

Um homem, de 55 anos, foi detido por violência doméstica ontem, quinta-feira, dia 5, em Estremoz, pelo Comando Territorial de Évora, através do Posto Territorial de Estremoz.

No âmbito de uma investigação pelo crime de violência doméstica, os militares da Guarda apuraram que a vítima, uma mulher de 52 anos, sofria agressões físicas há mais de 30 anos, nunca denunciando tal comportamento por receio das consequências. Os militares da GNR deram cumprimento a um mandado que resultou na detenção do suspeito.

O detido foi presente a primeiro interrogatório judicial, no Tribunal de Estremoz, onde ficou sujeito às medidas de coação de afastamento da vítima por 250 metros e proibição de contactos por qualquer forma ou meio, vigiado por pulseira eletrónica.