“O Elvas” CAD permanece sem nova Direção

O “Elvas” Clube Alentejano de Desportos (CAD) deu continuação esta segunda-feira, dia 20, à Assembleia Geral com vista a eleger os novos órgãos sociais para o clube. Pela terceira vez, não surgiu qualquer lista a sufrágio.

Assim sendo, ficou decidido que até dia 3 de agosto, data da próxima Assembleia, caso não surja nenhuma lista candidata a assumir os comandos do clube, terá de ser constituída uma Comissão Administrativa. João Carapinha, ainda presidente da Direção do clube, recorda, que há dois anos, “foi à quarta assembleia que se decidiu a nova Direção e, assim, espera que no dia 3, “se não existirem órgãos sociais, que surja uma Comissão Administrativa para assegurar a continuidade que o clube merece”, estando “plenamente convencido que isso venha a acontecer”.

Infelizmente, o número de sócios que marcam presença nas Assembleias é pouco, mas “era importante que marcassem presença”, refere João Carapinha, porque “a vitalidade dos clubes está nos seus sócios” e apela a que os associados “participem para que surjam novas ideias, novos órgãos sociais, ou uma Comissão Administrativa”.

Já José Carlos Fonseca, presidente da Mesa da Assembleia Geral, explica que “têm forçado as assembleias para que haja uma solução, mas os sócios estão afastados do clube”, considera. “Os que participam não querem encabeçar nenhuma Direção, porque pertencem aos corpos diretivos do clube, querem trabalhar mas não assumir a Direção e, assim, temos como objetivo conseguir que alguém venha a comandar os destinos do clube”. José Carlos Fonseca relembra que “O Elvas” “tem todas as certificações e tem as contas em dia” e explica que “o trabalho de base está feito, ao qual apenas é preciso dar continuidade”.

Dia 3 de agosto, segunda-feira, a Assembleia Geral do clube “azul-e-ouro” vai reunir novamente, onde terá de surgir ou uma lista candidata ou será formada uma Comissão Administrativa.