Trabalhadores do CENDREV obrigados a recorrer ao fundo de desemprego

O Centro Dramático de Évora (CENDREV) é uma das companhias de teatro de Évora que embora tenha tido a sua candidatura elegível no último concurso de apoio às artes, não beneficiou do respectivo apoio.

José Russo, diretor artístico da companhia, explica que as verbas disponíveis “só permitiu financiar parte dos projectos apresentados. É esta situação que faz com que companhias como a nossa não tenham apoios o que é de lamentar. Na prática, esta situação traduz-se num tratamento diverso para situações semelhantes”.

No dia em que a Ministra da Cultura esteve de visita ao Teatro Garcia de Resende, José Russo esteve presente onde aproveitou para questionar e mostrar a sua profunda indignação com o processo. O responsável refere que lhe foi dito que “o processo iria ser retomado mas a verdade é que esta situação continua sem solução”.

Os trabalhadores do Cendrev viram-se obrigados a recorrer ao fundo de desemprego, apesar da sua candidatura ter sido elegível no último concurso de apoio às artes.