Quartel dos Bombeiros de Borba volta a ser alvo de ataque

O quartel dos Bombeiros Voluntários de Borba voltou a ser alvo de um ataque por um grupo de indivíduos na madrugada deste domingo, 19 de julho.

Segundo avança ODigital.pt, três homens de nacionalidade estrangeira terão se dirigido ao quartel para pedir socorro e uma ambulância para transporte da mulher de um deles, porque estaria “com problemas de saúde”.

Os bombeiros terão dito aos indivíduos que a ambulância só poderia sair com ordem do Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU), seguindo os procedimentos normais. Os três indivíduos “começaram a bater numa das portas de entrada do quartel, tendo partido a porta, tentando assim invadir o quartel”, avança o portal digital.

Feridos, os indivíduos foram transportados para o Centro de Saúde de Estremoz, onde foram assistidos. Nenhum dos bombeiros terá sofrido qualquer ferimento. No local, para além da GNR, esteve ainda o presidente da Câmara Municipal de Borba.

A Rádio ELVAS entrou em contacto com a corporação, para obter declarações sobre o sucedido, mas foi-nos dito que, no quartel, ninguém tem autorização para falar sobre o assunto. Contactamos também o comandante da corporação, Joaquim Branco, mas, até agora, sem sucesso. Tentámos ainda chegar à fala com o presidente da Câmara de Borba, António Anselmo, que remeteu as respostas às nossas perguntas para os bombeiros.

De recordar que já em novembro do ano passado, dois elementos dos Bombeiros Voluntários de Borba foram agredidos, enquanto estavam de serviço, no quartel. Para além das agressões, cerca de vinte indivíduos partiram vidros da porta principal, seguiram para dentro do quartel e pressionaram os bombeiros para transportar um homem para o hospital.