“Não equacionamos pedidos de ajuda externa”, diz António Lacerda Sales

A Rádio ELVAS voltou a participar, pela segunda vez, na conferência de imprensa diária da Direção Geral da Saúde (DGS), no âmbito da pandemia Covid-19.

Na intervenção realizada, foram questionados os responsáveis de saúde sobre a possibilidade de se fechar o concelho de Reguengos de Monsaraz pelo perigo de contágio a outros concelhos. António Lacerda Sales, secretário de Estado da Saúde, garantiu que não está em cima da mesa essa hipótese: “estamos sempre em permanente avaliação estratégica das necessidades dos diferentes concelhos, não só o Alentejo, como em todo o país, e por isso posso avançar que não equiacionamos fechar Reguengos de Monsaraz”.

Quanto à possível sobrelotação dos hospitais do Alentejo, caso surja outro surto semelhante ao de Reguengos de Monsaraz, Lacerda Sales garante que “nunca vão faltar camas, quer em internamento, quer em cuidados intensivos. Existe uma rede de expansibilidade que permite assegurar a existência de camas”.

António Lacerda Sales descartou ainda a hipótese de pedir apoio a Badajoz no caso de faltarem camas em Unidades de Cuidados Intensivos: “estamos a mobilizar os meios que são necessários para dar resposta e não pensamos fazer pedidos de ajuda externa”.