STAL contra privatização do lixo em Elvas

O Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Administração Local (STAL) e Regional, Empresas Públicas, Concessionárias e Afins está hoje em Elvas com o objetivo de manifestar a sua posição sobre a privatização da recolha do lixo por parte da Câmara Municipal de Elvas.

José António Cardoso, coordenador distrital do STAL, considera que esta privatização “vai levar ao aumento do número de desempregados” uma vez que, segundo o sindicato, “a câmara não vai precisar dos trabalhadores que fazem a recolha do lixo. Por outro lado, estamos em crer que com a privatização do lixo vai acontecer o mesmo que aconteceu com a água que é o aumento das verbas pagas pelos munícipes”.

“Nos defendemos que a recolha do lixo continue a ser feita pelos municípios, porque acreditamos que a privatização vai levar à degradação do serviço à acumulação de lixo”, sublinhou o coordenador sindical.

Os dirigentes e ativistas do STAL estiveram em contacto com a população elvense e entregaram um comunicado alusivo à privatização da recolha de lixo.